O que são gráficos vetoriais?

Por vezes, nas instruções aos autores, a revista científica solicita que os gráficos sejam enviados em formato vetorial (ex: EPS). Além disso, esse formato pode apresentar algumas vantagens para sua manipulação. Nesse post vamos falar um pouco sobre esse formato de arquivo.

Há basicamente duas formas de arquivos para gráficos, gráficos bitmaps (ou raster) e gráficos vetoriais. Os gráficos bitmaps (extensões BMP, JPG, TIF, PNG, entre outras) são os mais comuns. São gráficos formados por pixels (pequenos pontos que, de acordo com diferentes cores e suas tonalidades, compõe a imagem) e é o mesmo formato utilizado, por exemplo, em fotografias. Para editá-los, são utilizados softwares como o Adobe Photoshop, ou, até mesmo, o Paint do Microsoft Windows. A resolução é dada por DPI (dots per inches), que corresponde à quantidade de pixels que uma imagem possui em cada polegada linear. Há perda de qualidade quando é realizada ampliação e a edição costuma ser mais trabalhosa.

Gráficos vetoriais (extensões EPS, AI, CDR, entre outros) são formados por pontos, linhas e curvas, que acabam compondo a imagem final. Arquivos PDF suportam os formatos vetoriais, podendo ser utilizados para armazenar esse tipo de gráfico, possibilitando sua visualização em softwares como o Acrobat Reader. Gráficos vetoriais podem ser redimensionados sem perder qualidade e alteradas suas propriedades (ex: cor, tamanho de letra, espessura da linha) com certa facilidade. Para editá-los podem ser utilizados softwares como o Adobe Illustrator e o Corel Draw.

Figura 1: Não há perda de qualidade em ampliação de gráficos vetoriais, diferentemente do que acontece com gráficos bitmap.

ampliação

Figura 2: Edição de gráfico vetorial utilizando o Adobe Illustrator. Note que cada elemento é tratado como um objeto, havendo possibilidade de reposicionamento, redimensionamento, modificação de cor e modificação de fonte de letra.

illustrator

Em metanálise, softwares como o Review Manager (RevMan) da Cochrane, permite apenas exportar gráficos em formato bitmap. Aplicativos como o R e o Stata permitem a sua exportação em formato vetorial. No RStudio, para salvar o gráfico como vetorial, exportamos o mesmo como PDF, assim como na imagem abaixo.

Figura 3: Salvando imagem no formato vetorial no RStudio.
salvar vetorial

Siga-nos no facebook e acompanhe nosso blog para mais dicas como essa.

Marcado com: , , , , , ,
Publicado em Artigos Publicados, Conteúdo Teórico
0 comentários sobre “O que são gráficos vetoriais?
1 Pings/Trackbacks para "O que são gráficos vetoriais?"
  1. […] versões atuais, produz gráficos com ótimo aspecto visual), e também pode salvar gráficos em formato vetorial, que são solicitados por algumas revistas. O gráfico padrão, por exemplo, tem caixas cinza, mas […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Posts Anteriores